preloader

Blog

Impermeabilização

Impermeabilização de rampa

Para realizar a aplicação de eccoDurit em rampas, siga os passos abaixo.

Quanto a análise do local e área a ser reformada ou aplicada:

a) Analisar se possui altura para receber novo contrapiso de 4cm. Se não houver, o existente deve ser removido;

Quanto a Equipamentos de Proteção Individuais (EPI´s):

a) Reúna todos os EPIs e ferramentas necessárias e isole o local a ser trabalhado.

Cuidados prévios à aplicação:

a) Remover toda a graxa e óleo da superfície;
b) Verificar se há altura para receber 4cm de contrapiso em toda a extensão. Se não houver, o contrapiso existente deve ser removido;
c) Deve-se analisar e vericar a possível origem da umidade, geralmente o problema emendas de manta, dobra da manta na parede, guarda-corpo para definição da área e locais a quebrar para o reparo;
d) eccoDurit pode ser executado sobre contrapiso existente, desde que esteja bem aderido e coeso e que não seja nenhum tipo de manta impermeabilizante (asfáltico, líquida, ou pintura);
e) Para aplicações sobre piso cerâmico existente, este piso não pode ter qualquer tipo de manta sobre e devem ser quebrados pontos de ancoragem com área mínima de 50cm² (7cm x 7cm) espassados a cada 15cm em ambos sentidos para ancoragem de eccoDurit. Aconselhamos ser aplicado eccoSealbond. Este cuidado é fundamental para o funcionamento do produto, se não for obedecido ocorrerão fissuras e problema de impermeabilidade;
f) Os caimentos podem ser executados com contrapiso convencional ou com eccoDurit. O contrapiso contendo os caimentos deve ser executado antes da aplicação de eccoDurit para que a espessura de aplicação seja a mais homogênea;

Preparo da superfície:

a) Para aplicações externas aconselhamos a utilização de primer eccoSealbond. Este produto reduz significativamente os cuidados necessários com o preparo do substrato e minimiza problemas de trincas e fissuras de retração hidráulica oriundas do substrato;
b) eccoSealbond deve ser aplicado como uma tinta para piso. Não despejar o produto sobre o piso e depois misturar, o produto deve ser aplicado com trincha ou rolo de lã sempre molhando o rolo e aplicando sobre o piso. Se o produto car com aspecto pegajoso significa que naquele ponto foi aplicado uma camada demasiada espessa do produto, ocasionando desperdício. Isto não afeta o funcionamento de eccoDurit;
c) Se forem executadas mestras, estas devem ser executadas com eccoDurit e depois da aplicação de eccoSealbond;
d) Remover ao máximo toda graxa, óleo e borracha aderida ao substrato para garantir a aderência ao substrato;

Preparo do produto:

a) Bater a massa por 5 min na betoneira para incorporação de ar. Acrescentar 5,5L de água por saco de 35kg. Em dias quentes utilizar a água mais gelada possível. Evitar usar mangueiras expostas ao sol e baldes com água expostas ao sol;

Cuidados durante a aplicação:

a) Para o correto funcionamento do produto, este não pode apresentar fissuras que não sejam superficiais. Diferentemente de qualquer concreto, as fissuras somente ocorrem pelos problemas de retração hidráulica ou falha na aderência em eccoDurit. Fissuras em eccoDurit ocorrem pelos seguintes fatores:

  • demasiada temperatura do concreto no momento da aplicação (incidência de sol forte diretamente sobre o produto e água de amassamento quente);
  • pouca quantidade de água na massa (não respeitar a quantidade de água);
  • condições climáticas (temperatura, sol forte e vento diretamente sobre o produto);
  • substrato excessivamente seco (sem eccoSealbond);
  • não aderência ao substrato (som cavo por falhas no preparo do substrato);

b) Durante a concretagem, deve-se observar a quantidade de água na massa, hidratação do substrato, temperatura e vento. As condições climáticas no momento da concretagem devem ser sempre observadas. O vento afeta diretamente a velocidade de desidratação e deve ser ao máximo evitado. Em dias quentes, o local deve ser protegido com lona para que seja minimizada a exposição direta ao sol forte e aconselhamos o uso de água gelada na água de amassamento, o que reduz significativamente a possibilidade de trincas e fissuras. Após concretagem deve ser hidratado com água sem criar poças;

Cuidados após a aplicação:

a) A hidratação nas primeiras 36 horas são fundamentais para o correto funcionamento do produto e não aparecimento de fissuras;
b) Para emendas de concretagem, estas devem ser finalizadas em cunha com 30cm de largura, com a superfície mais rugosa possível e com um rebaixo superficial de aproximadamente 1cm para que não fique marcada a emenda. No próximo dia, a emenda deve ser bem hidratada antes do reinício;
c) Se for utilizada régua ou guia metálica como mestra, o preenchimento dos espaços deve ser muito bem executado, senão ocorreram falhas. O preenchimento deve ser total até o substrato, sem falhas de preenchimento que ocasionarão fissuras;

Cuidados fundamentais para o funcionamento do produto:

a) Não utilizar nenhum tipo de lona ou manta. Poderá afetar o funcionamento do produto;
b) Se as regras forem obedecidas não aparecerão fissuras, por retração ou qualquer outro tipo. Se ocorrerem fissuras, é porque a taxa de evaporação foi muito elevada: Substrato seco, bloco celular, dia muito quente, água muito quente, pouco tempo de mistura na betoneira ou argamassadeira. O produto não retrai por condições normais de cura e não fissura, somente por retração hidráulica. Proteger ao máximo do vento e em dias quentes usar água mais gelada possível para reduzir a temperatura do concreto fresco;
c) O preparo da massa deve ser protegido do sol. A temperatura do concreto e hidratação do substrato são fundamentais para o funcionamento do produto;
d) Se ocorrerem fissuras, verificar no sumário página para procedimentos de identificação do tipo de fissura e como corrigi-la;

×
preloader